quarta-feira, 5 de julho de 2017

Enquanto ataca Flávio Dino, prefeito de Caxias esquece de governar seu município

GENTIL_(Medium)Os poucos resultados apresentados pelo prefeito de Caxias Fábio Gentil (PRB) em seis meses de governo vem causando profunda insatisfação entre os caxienses.

Não bastasse a falta de ações concretas para a cidade, as andanças de Gentil pelo Maranhão e as entrevistas que ele tem concedido em rádios e TVs de vários municípios vêm irritando a população de Caxias, que cobra explicações do prefeito, por exemplo, sobre a crise instalada na saúde do município.

Em uma rede social, um internauta chegou a questionar a participação de Fábio Gentil em uma entrevista à uma rádio da baixada maranhense, já que Caxias fica localizada no leste maranhense.

A entrevista realizada neste sábado (1º), em Pinheiro, acontece após Fábio Gentil ter gravado em São Luís para a Mirante. A maratona de Gentil pelo Maranhão tem um objetivo explícito: atacar a gestão Flávio Dino (PCdoB).

O prefeito de Caxias vem tentando jogar a culpa no governo do Estado, que supostamente teria cortado repasses estaduais para o sistema saúde de Caxias, pelo fechamento do Hospital Geral da Cidade, que é legalmente de responsabilidade da município.

O governo do Maranhão contesta as acusações de Gentil e garante que não foi feito nenhum corte de verbas da saúde de Caxias.

Com base em dados do Portal da Transparência do Estado, o secretário de Estado da Saúde (SES), Carlos Lula, garantiu que Caxias é um dos municípios que mais recebem recursos estaduais destinados a saúde.

Com intuito de liquidar a questão, o secretário Carlos Lula enviou ofício à Fábio Gentil propondo que ele repasse a gestão integral da Maternidade Municipal Carmosina Coutinho para a responsabilidade da gestão estadual, o que corresponderia a uma economia de R$ 1,5 milhão mensal para a Prefeitura de Caxias.

Para espanto de todos e até de Carlos Lula, uma vez que a oferta do secretário da SES corresponderia, segundo Gentil, ao valor dos cortes efetuado pelo governo Dino, o prefeito de Caxias recusou a proposta.

Por enquanto quem vem sofrendo com o impasse é a população do município, que ironicamente só vem recebendo atendimento em saúde pública no Hospital Macrorregional de Caxias, gerido pelo governo.

Enquanto os caxienses esperam que as promessas de campanha de Fábio Gentil um dia de tornem realidade, o prefeito de Caxias segue em uma alucinada campanha, desta vez contra o governo Dino, que nada tem haver com a lamentável atuação do gestor.


Fonte: Blog do Jorge Vieira


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de total responsabilidade dos seus respectivos autores.