terça-feira, 4 de julho de 2017

CAXIAS: Vistoria feita por vereadores aponta que o HGM está funcionando com menos de 50% dos leitos


Resultado de imagem para vereadores de oposição em caxias maranhaoNa última segunda-feira (03), os vereadores (as): Edilson Martins, Thais Coutinho, Auramélia Soares, Tevi e Jerônimo, os quais compõem o bloco oposição ao atual governo se dirigiram até o HGM (Hospital Geral Municipal de Caxias) para realização de uma vistoria.

Consultórios, enfermarias e alas médicas foram alvos da fiscalização que foi acompanhada pela diretora do hospital, Rosário Gentil (Mãe do prefeito Fábio Gentil).

No término da vistoria, os vereadores alegaram haver irregularidades no Hospital; o que já era esperado, tendo em vista que a gestão do prefeito Fábio Gentil investe menos que 15% na saúde, meta exigida por lei (Reveja aqui)

Segundo os edis, menos da metade dos 113 leitos está funcionando e há denúncias quanto a falta de medicação, o que não deveria acontecer , levando em conta o repasse de 24 milhões feito a prefeitura municipal de Caxias para aplicação no setor.

Outra denúncia grave foi a apresentada pelo vereador do bloco, Tevi, o qual enfatizou que pacientes acometidos por tuberculose estariam circulando livremente sem qualquer controle pelos corredores do HGM, colocando em risco outros pacientes e funcionários do hospital.

Existe atualmente uma comissão de saúde formada no município, entretanto, os vereadores do bloco afirmam ser usada de forma política, atendendo os interesses do governo comandado pelo prefeito Fábio Gentil, como é o caso da perseguição feita pela comissão a APAE de Caxias, instituição coordenada por um vereador de oposição ao prefeito; fato ventilado pelas emissoras locais (Reveja aqui)

Nem a prefeitura muito menos o HGM se manifestaram sobre as irregularidades apontadas pela vistoria até o momento. 

Em contato com o prefeito Fábio Gentil, o mesmo alegou ao blog que não há recursos suficientes para a saúde geral, e que teria sido o ex-prefeito, Léo Coutinho a fechar os setores de urgência e emergência do HGM.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados são de total responsabilidade dos seus respectivos autores.